PONTE DE PEDRA


                  UM PASSEIO E NÃO SOMENTE UMA CACHOEIRA
 

O passeio chamado de Ponte de Pedra surgiu da iniciativa e da dedicação do proprietário rural Horley Cruz, na sua vontade de com todos nós dividir as suas afinidades com a natureza, o cerrado e os mistérios da cidade de Cavalcante.

Isso porque a trilha toda fica dentro da sua propriedade, a Reserva Renascer, aproximadamente a 9 km de estrada de chão de Cavalcante.

 

Aos seus mais de 70 anos de idade, o proprietário se dedica há muitos anos nos conhecimentos de massoterapia, reflorestamento, extração de fitoterápicos, terapia naturais, e muitos outros, além de possuir atenção e simpatia em abundância para compartilhar com os que o procuram.

Em pontos diretos, os principais detalhes desta trilha podem ser resumidos em:

 -  Considero que seja uma trilha para pessoas que gostam de caminhar tanto quanto gostam de mergulhar em uma cachoeira.

 -  Possui ao todo aprox. 12 km de extensão a pé, sendo 6 km para a ida 6 km para a volta
 

 - Dentre todos os quilômetros, a trilha inclui uma das subidas mais relembradas nas trilhas de Cavalcante, aproximadamente 600 metros de subida considerada de nível médio a difícil para pessoas iniciantes
 

 - A trilha não tem seu foco principal em cachoeiras imensas, ao contrário disso, tem como seu principal diferencial a variedade de cenários que apresenta e o pequeno número de visitantes que recebe. Isso significa que há grandes chances de você estar sozinho por ali, e durante o percurso você caminhará por mata fechada, cerrado de altitude, cerrado rupestre, além de acessar mirantes de tirar o fôlego com vista para os vales do assentamento "Dos Órfãos” (região ao sul de Cavalcante e ao Norte do Parque Nacional)


                         

DESCRIÇÃO SUBJETIVA DO TRAJETO (!)


 

A trilha para a ponte de pedra começa na propriedade do Horley, a fazenda Renascer, e o faz de forma modesta, escondendo os mistérios que guarda para os seus visitantes. A trilha, por sua vez termina no seu ponto culminante: a chamada Ponte de Pedra – formação geológica de milhões de anos e datada por especialistas como típica das primeiras formações rochosas da gênese planetária. – e que, inacreditavelmente tem uma formato de ponte jurássica.

Outro detalhe já mencionado sobre o trajeto é a variação de cenários naturais ou fisionomias do cerrado que apresenta. Dentre todos os passeios em Cavalcante nenhum consegue abarcar tantas variações de forma tão rápida como este.

Assim, logo que você começa a caminhar passará por uma área aparentemente mais descampada, cheia de árvores médias e retorcidas, distribuídas esparsamente entre capins e rochas protuberantes: este é o chamado cerrado rupestre.

 

Assim que os primeiros 2 km são vencidos, o visitante é sutilmente convidado pela trilha a entrar por um portal de uma imensa Mata de Galeria  formada de árvores gigantes e monumentais. Dali em diante a trilha é na sombra.

Aos poucos, vencidos mais alguns quilômetros, somos levados para fora da mata de galeria e começamos a subir por uma trilha de pedras ao longo da encosta do morro. O destino ali é alcançar os platôs altos e caminhar por cima das encostas. Esta parte da trilha costuma exigir um pouco mais do condicionamento aeróbico e cardíaco de cada um, mas pode ser feita tranquilamente se houver dedicação.

O gran finale da trilha é o ponto que mais divide opiniões e mais dificulta a descrição por palavras. A formação chamada de Ponte de Pedra marca o final da trilha e junto de si guarda vários segredos. É uma formação estimada de pelo menos mais de 600 milhões de anos, enquadrada temporalmente no período de gênese das primeiras rochas vulcânicas do planeta.

 

O Rio das Pedras, com suas águas cor de cobre e silenciosas, esculpiram uma passagem pela rocha gigante, fazendo com que o cenário aparentasse uma ponte de verdade.

O ponto da ponte também é o final do caminho a pé e a trilha acaba neste local. Contudo, para o visitante ainda sobram algumas opções de deslumbre ali mesmo.

Ao lado da ponte é possível subir pela encosta de pedras do morro e alcançar um mirante único lá ao fundo. Do mirante é possível acessar uma vista indescritível de todo o vale do “Assentamento dos Órfãos” como é chamada a região. Mais acima, é quase possível ver o dorso dos morros e suas curvas. Ao fundo as cadeias de cerras infinitas e planos que foram a imensidão da Chapada dos Veadeiros.

Próximo ao mirante é possível acessar uma outra pequena trilha que leva a um balcão de onde se pode observar a formação de uma cachoeira com aproximadamente 20 metros caindo na gruta escura que rio cavou nas rochas. É uma cena extremante singela das belezas solitárias do cerrado bem ali aos nossos olhos.


                                         


           

CHAPADA LIVRE

INFORMAÇAO PARA VIAJANTES NA CHAPADA DOS VEADEIROS E CAVALCANTE - GOIÁS
 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now